Entrar | Registo

braga_cool_visitar_theatro_circo03.jpg

Theatro Circo

Uma referência para a cultura da cidade

Aberto desde 1915 e tendo sofrido algumas remodelações entretanto, o Theatro Circo assume-se como um ícone arquitetónico e é um orgulho para os bracarenses. Tem como principal missão servir a cidade e a comunidade de Braga e apresenta-se como um espaço cultural agregador de estilos e personalidades.

E, ao longo de mais de 100 anos, o Theatro Circo já reuniu diversos tipos de arte, incluindo a arte circense, e hoje, depois de ter sido remodelado em 2006, é palco dos mais diversos espetáculos, projetos educativos, workshops, sessões de cinema, conferências, exposições, festivais e celebrações. Sendo um organismo público, apesar de autónomo, trabalha em conjunto com a Câmara Municipal e o GNRation, proporcionando uma programação diversificada, atrativa, pedagógica, crítica e inovadora, sem nunca esquecer os valores que enaltece fielmente em cada momento da sua agenda.

Aberto para visitas em dias específicos, o Theatro Circo merece ser apreciado não só durante as noites de espectáculos mas também durante o dia. Acompanhado por um guia que lhe contará as histórias do Theatro, o visitante poderá conhecer todos os espaços e salas que o constituem – palco, bastidores, camarins, sala principal, salão nobre... –, perceber todo o seu funcionamento e observar cuidadosamente os elementos decorativos que lhe conferem um encanto diferente das comuns salas de espetáculos.

O Theatro Circo distingue-se pela diversidade da programação e pela qualidade da apresentação. A valorização da arte de bem receber, da identidade do Theatro, do respeito pela sala... Tudo isso faz do Theatro Circo aquilo que ele foi, é e será no futuro. Não é por acaso que esta casa tão valiosa e antiga tem recebido cada vez mais artistas e espectadores. Se está em Braga, não desperdice a oportunidade de visitar uma casa de espetáculos centenária!

Dica Cool: A tela de boca de cena tem 12 metros de largura e 8 de altura e tem dois buracos que permitem que os artistas vejam a lotação da sala principal. Criada por Domingos Costa, foi deixada ao abandono por alguns anos e recuperada pelo atelier Renascer o Passado. Dadas as suas dimensões, a tela foi transportada com direito a escolta policial! Durante a visita, se as cortinas estiverem fechadas, coloque-se na pele dos artistas que pisam o palco e faça o teste.

Horário

Seg-Sex: 10:00 – 19:00 | Sáb: 14:30 – 19:00

Em dias de espetáculo:
Seg - Sab: encerra 30 minutos após o seu início.
Em espectáculos a realizar aos Domingos e Feriados, a bilheteira abre 1h antes do espetáculo, encerrando 30 minutos após o seu início.